ABERJE lança programação 2009

A ABERJE – que atualmente reúne as Associações Brasileiras de Comunicação Empresarial, Branding e Comunicação Organizacional – já está divulgando o calendário de cursos para os primeiros meses de 2009. Temas como comunicação em crises corporativas, comunicação interna, publicações empresariais, comunicação estratégica e análise de retorno em comunicação fazem parte das opções de treinamento entre os dias 5 e 13 de fevereiro, ministradas por profissionais reconhecidos no mercado. No cronograma, constam ainda um curso internacional e um grande encontro sobre comunicação integrada.

A agenda tem início no dia 5 de fevereiro com o curso “Gerenciamento e Comunicação de Crises Corporativas: A Teoria na Prática - como implantar um sistema simplificado de gerenciamento e comunicação de crise na sua empresa”, com o engenheiro Eduardo Prestes. Uma crise pode afetar ou destruir a reputação, a imagem, o clima organizacional, a confiança de clientes e a credibilidade de uma empresa ou instituição, pública ou privada, por vários anos. Pode também afetar resultados econômicos e financeiros, assim como trazer prejuízos profissionais aos funcionários. Um planejamento empresarial que inclua o Gerenciamento e a Comunicação de Crises nas empresas é hoje uma exigência da economia globalizada e apresentam demanda crescente na Europa e USA. Sua importância estratégica pode ser atribuída à valorização que a opinião pública está dando para as questões comportamentais, à ética empresarial, o respeito aos valores sociais e à possibilidade da quantificação econômico/financeira das crises mal administradas. Os públicos internos e externos esperam que as empresas tenham e divulguem a existência desses planos de gerenciamento, demonstrando sua responsabilidade social. Prestes é mestre em Comunicação e Marketing pela Faculdade de Comunicação Cásper Líbero, especializado em Marketing Industrial pela Fundação Getulio Vargas/SP e em Comunicação Corporativa e Marketing pela Universidade da Flórida/EUA.

Já no dia 6, a discussão vai estar centrada na comunicação e seu papel fundamental na construção do sentido na sociedade e nos ambientes organizacionais. Segundo o instrutor e jornalista João José Curvello, é pela comunicação que as organizações, como sistemas sociais, realizam sua autoconstrução, e é pela comunicação que se pode conhecer a identidade de uma organização. Particularmente, a comunicação interna é o conjunto de estratégias, ações e conversações que a organização coordena com o objetivo de ouvir, informar, mobilizar, educar e manter coesão interna em torno de valores que precisam ser reconhecidos e compartilhados por todos e que podem contribuir para a construção de boa imagem e reputação públicas. Esta é a base do curso “Caminhos para uma Nova Comunicação Interna”. Curvello tem graduação em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade Católica de Pelotas, mestrado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo.

A publicação de boletins, jornais e revistas empresariais é uma oportunidade e um desafio para as organizações. A oportunidade é produzir veículos de comunicação com um discurso e um repertório temático que fortaleçam a marca, alinhem as estratégias e garantam uma padronização do fluxo informativo para públicos internos e externos. Ao mesmo tempo, é um desafio, pois a quantidade de mídias externas que bombardeia esses públicos torna essencial que a qualidade gráfica e editorial dos impressos corporativos seja igual, ou melhor, do que a gama oferecida em bancas, assinaturas e sites na internet. Em outras palavras, a missão é potencializar as notícias empresariais, fazendo dos assuntos importantes para as instituições temas interessantes para os leitores. É neste contexto que vai transitar o foco do curso “Publicações Empresariais Estratégicas - Como planejar, avaliar e produzir boletins, jornais e revistas corporativas”, com base em modelos internacionais e em cases premiados pela ABERJE, com o jornalista Luiz Chinan, no dia 10 de fevereiro. Ele é sócio-diretor da Retoque Comunicação, agência que realizou consultorias editoriais para a revista Época, da editora Globo e o jornal Zero Hora, do grupo RBS. Foi também responsável pela reformulação da Revista Petrobras e Itaú Notícias, bem como realizou avaliações para o sistema informativo do Grupo Accor e Votorantim.

A primeira edição do ano dos Cursos Avançados Internacionais da ABERJE está marcada para o dia 11 de fevereiro de 2009, com a presença do norte-americano Paul Argenti falando sobre “Comunicação Estratégica”. No formato de grupos pequenos de alto desempenho e conhecimento, para aprofundamento de temas pela visão de professores reconhecidos no exterior, voltado para executivos em posições estratégicas, oferece tradução simultânea e um ambiente aberto à troca de informações sem formalidades. Vai acontecer no Hotel Paulista Plaza (Alameda Santos, 85 – Jardins). Argenti foi professor de gestão e de comunicação corporativa da Harvard Business School e da Columbia Business School. É professor visitante da Universidade Internacional do Japão, da Escola de Economia de Helsínquia, da Erasmus University nos Países Baixos, da London Business School e da Universidade de Gestão da Singapura. Autor dos livros “Comunicação Estratégica Corporativa”, “O Poder da Comunicação Corporativa” e “The Fast Forward MBA Pocket Reference“. Ele tem escrito e editado inúmeros artigos para revistas e publicações acadêmicas, como a Harvard Business Review, California Management Review e Sloan Management Review. Foi também vencedor do Prêmio Pathfinder em 2007 pelo Instituto de Relações Públicas pela a excelência de sua contribuição no decorrer da carreira. Tem executado programas de treinamento para centenas de empresas, incluindo a General Electric, ING, SONY, a Novartis, e Goldman Sachs. Atualmente atua como professor de Comunicação Corporativa na The Tuck School of Business.

O roteiro de treinamentos vai ser encerrado com um curso de dois dias de duração: “Análise de Retorno dos Investimentos em Comunicação”, ministrado por Mitsuru Higuchi Yanaze e Ubaldo Crepaldi nos dias 12 e 13 de fevereiro. A importância do trabalho das empresas e dos profissionais de comunicação precisa passar a ser encarada como investimento, e não como despesa. E o ponto crucial para que isso ocorra é ter a clara definição de quais e quantos serão os benefícios futuros, e quando eles advirão – o que é possível ser feito por meio de demonstrações numéricas. O conhecimento básico de finanças e o manuseio de números e índices, somados à sensibilidade e ao conhecimento do contexto mercadológico, propiciam ao profissional de comunicação a capacidade de dialogar, utilizando a linguagem empresarial universal – a linguagem dos números financeiros. O conhecimento de finanças não só proporciona ao profissional de comunicação o embasamento financeiro de suas propostas de ações comunicacionais, mas também propicia ferramentas importantes para a administração de seus negócios. Yanaze é professor Livre Docente da ECA/USP, consultor e conferencista, tendo prestado serviços para empresas como Grupo Alcoa, Oral Vita, Mc Cain Foods, Cecae-USP, Sebrae, Fundação Getúlio Vargas, Bradesco, Banco Central, Rotary Clube - Regional Sul, UNESP, UNIMED PAULISTA, Itaú Seguros, Caixa Econômica Federal, entre outras. Já o economista Crepaldi é professor assistente da ECA/USP e da Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero e coordenador acadêmico dos cursos de MBA do INPG.

Informações pelo e-mail cursos@aberje.com.br ou pelo telefone 11-3662-3990.


Fonte: Por Rodrigo Cogo - gerenciador do Portal Mundo das Relações Públicas
0