Call centers fora da lei devem ser punidos

Pesquisa realizada pelo IBRC (Instituto Brasileiro de Relações com o Cliente) mostra que menos da metade das empresas conseguiram se adequar à nova lei dos SACs (Serviços de Atendimento ao Consumidor), informa o site InfoMoney.
Entre os dias 31 de dezembro e 3 de janeiro, o instituto entrou em contato com o SAC de 63 empresas de nove setores, para fazer uma suposta reclamação. Das empresas analisadas, apenas 30 foram aprovadas.

Na quarta-feira (7), o presidente do IBRC, Alexandre Diogo, defendeu a adoção de punições pelos Procons, como multas. "Já houve tempo suficiente para as empresas entrarem em conformidade com o decreto".

Penalidades
Segundo o Ministério da Justiça, o decreto nº 6.523 foi assinado em 31 de julho de 2008. A partir daí, as empresas tiveram 120 dias para se adaptarem às novas regras, que entraram em vigor em 1º de dezembro último. A multa para o descumprimento da lei foi estabelecida entre R$ 200 mil e R$ 3 milhões.

Para a pesquisa, foram estabelecidos dez itens para avaliar o desempenho do atendimento das empresas, baseados nos artigos previstos no decreto. A partir da pontuação, elas foram enquadradas em "alta conformidade" (90% a 100% dos itens atendidos), "conforme" (até 80% atendidos) ou "não-conforme" (menos de 79% atendidos). Na média, 71% dos itens avaliados foram cumpridos.


Fonte: empresas.globo.com/empresasenegocios
0