E-consumidores e a confiabilidade em sites de comércio eletrônico

A SecSign, empresa especializada em Segurança da Informação e certificação digital, em parceira com Patrícia Peck Pinheiro Advogados, acaba de colocar no mercado o Selo Venda Legal para portais de e-commerce. O objetivo é incentivar o consumo consciente na Internet, pois para receber o Selo, as empresas precisam estar em conformidade com as leis vigentes na web.

O portal que recebe o Selo passa por uma análise de variados indicadores jurídicos e de segurança que vão desde a obrigatoriedade de informações sobre política de privacidade, regras claras para devolução ou troca de mercadoria até a comprovação de que a entrega do produto é feita com nota fiscal. A finalidade é checar se o site corporativo presta as informações necessárias para o usuário, estabelecendo assim uma relação de clareza e transparência entre as partes.

O escritório Patricia Peck Pinheiro Advogados é responsável pela verificação das informações prestadas pela loja virtual aos usuários-clientes, considerando as exigências do Código de Defesa do Consumidor.

O Selo Venda Legal é dinâmico e não pode ser clonado, pois após o clique sobre sua logomarca, o internauta identifica uma pop-up que apresenta: nome do website, nome da empresa, CNPJ, informações sobre o serviço contratado, campo de data e hora sempre atualizados. Em caso de fraudes, o selo emite uma mensagem de não reconhecimento do mesmo.


Fonte: Por Gabriela Fontes, in www.consumidormoderno.com.br
0