Comunicação e RH unidos para o bem do público interno

A estratégia de criar uma parceria entre as áreas de recursos humanos e de comunicação deu certo na Zanzini Móveis, empresa paulista que, desde 2002, participa do ranking das ‘Melhores empresas para se trabalhar’. A organização optou por participar da avaliação ao perceber que suas ações internas e o bom relacionamento com os colaboradores tornavam o ambiente corporativo sedutor para a equipe. Assumindo esse posicionamento, a Zanzini conseguiu o segundo lugar da lista elaborada pela ‘Revista Época’, em parceria com a consultoria Great Place to Work em 2007 e a nona colocação este ano.

De acordo com Paulo Grael, coordenador de Sistemas de Gestão da Zanzini Móveis, desde sua fundação, em 1965, a empresa se preocupa com a satisfação de seus funcionários. “Nosso objetivo em participar do ranking sempre foi o de obter o feedback do público interno com relação às nossas ações. Assim, conseguimos constatar nosso posicionamento no mercado e implantar melhorias em nosso sistema de gestão de pessoas”, explica.

Por ser uma organização que está sempre atenta ao bem-estar no ambiente de trabalho, a Zanzini acredita em todos os seus valores empresariais, em que são enfatizados o respeito ao meio ambiente e às pessoas, e procura colocá-los em prática. “A direção da empresa preocupa-se não só com a vida profissional dos colaboradores, mas também com a vida pessoal. Por isso, oferece a toda equipe métodos e ferramentas eficazes que ajudam a estreitar o relacionamento interpessoal, tanto com colegas de trabalho quanto com familiares”, conta.

Por ter poucos níveis hierárquicos e excelente relacionamento entre líderes e equipes, a empresa tem mais facilidade para manter uma comunicação horizontalizada. “A relação é totalmente franca e aberta também fora da organização. Diretores e colaboradores participam das mesmas competições esportivas, compartilham veículos em viagens de negócios ou de lazer, recebem prêmios juntos”. E acrescenta: “Na Zanzini, também não existem diferenças de cor, raça ou idade. A interação é com todos, sem distinção”.

Segundo Paulo, outro aspecto positivo que reforça o respeito da empresa pelas pessoas é o auxílio que oferece à comunidade de Dois Córregos (SP), cidade onde a Zanzini está situada. “Somente em 2004, doamos mais de 6.300 horas de atividades voluntárias para a comunidade local”, completa. As condições do ambiente de trabalho da organização também são avaliadas periodicamente, por meio do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), que analisa todos os aspectos de riscos e exposições provenientes dos processos produtivos da Zanzini.

Livre circulação de idéias
Mas para que todos esses conceitos e objetivos, essas políticas e práticas da empresa fossem disseminados de forma correta entre os colaboradores, foi necessária uma comunicação interna bem estruturada, baseada em ações e ferramentas eficazes no compartilhamento e na circulação de idéias e informações. “O jornal interno é um dos canais de gestão que mais funciona, uma vez que atinge todos os funcionários. A publicação aborda temas estratégicos, como políticas da empresa, treinamentos operacionais e comportamentais e segurança no trabalho, além das seções sobre lazer, cultura e nascimentos dos filhos dos funcionários, entre outros”, destaca.

O jornal mural, estrategicamente localizado em cada setor da empresa, tem linguagem acessível a todos os níveis hierárquicos e é o canal para divulgar aniversariantes do mês, convocação de treinamentos, tabelas de campeonatos esportivos e palestras de conscientização sobre saúde, segurança e higiene. Já para informar alterações técnicas nos móveis, lançamentos de produtos e atenções necessárias para o bom funcionamento dos processos dos novos produtos e/ou serviços, a Zanzini distribui boletins explicativos para toda a equipe e para a rede de representantes, garantindo que a informação chegue em primeira mão ao público interno.

A empresa conta, ainda, com uma série de ações, programas e ferramentas que a ajudam a manter sua gestão eficiente. Dentre os quais, destacam-se os gráficos e indicadores de metas de qualidade e produtividade, que são divididos em níveis operacionais, gerenciais e estratégicos e disponibilizados em quadros distribuídos pela empresa para que todos tenham acesso às informações; reuniões com os grupos de liderança realizadas semanalmente, demonstrando o comprometimento e o respeito dos colaboradores com a gestão e o planejamento estratégico da empresa; documentação dos procedimentos operacionais, administrativos e ambientais e do sistema de gestão da qualidade e ambiental, permitindo que cada departamento tenha uma rotina definida, elaborada pelos líderes dos setores e aprovada pela alta administração da empresa e por todas as partes interessadas (fornecedores, comunidades, clientes e colaboradores); e o Código de Ética que abrange todas as normas e os preceitos da empresa; e pesquisa de satisfação, que é realizada semestralmente, dentre outras. Tudo isso para reafirmar seu principal compromisso: o respeito pelos colaboradores.


Fonte: Por Sânia Motta, in www.nosdacomunicacao.com.br
0