Funcionários da Domino´s Pizza postam vídeo no You Tube e são processados

Dois funcionários irresponsáveis imaginam um vídeo “muito engraçado” usando alimentos e toda sorte de escatologia. O cenário é uma cozinha da pizzaria Domino´s. Pronto, está feito o vídeo que mais chamou a atenção da mídia americana na semana passada. Nele, os dois funcionários se divertem enquanto um espirra na comida, entre outras amostras de higiene pessoal. Tudo isso foi postado no you tube no que eles consideraram “uma grande brincadeira”. O vídeo em questão, agora removido do site, foi visto por mais de 930 mil pessoas em apenas dois dias. (o vídeo já foi removido, mas pode ser conferido em trechos nesta reportagem: http://www.youtube.com/watch?v=eYmFQjszaec)

Mas para os consumidores da rede, é uma grande(síssima) falta de respeito. Restou ao presidente a tarefa de “limpar” a bagunça (e a barra da empresa). Há poucos dias, Patrick Doyle, CEO nos EUA, veio a público e respondeu na mesma moeda. No vídeo de dois minutos no You Tube, Doyle (http://www.youtube.com/watch?v=7l6AJ49xNSQ) agradece membros de redes sociais que alertaram sobre o vídeo, se desculpa por ele e informa que o caso está sendo tratado: os funcionários foram demitidos e correm o risco de irem presos. Aliás, durante o processo judicial, os funcionários alegaram que nunca serviram a comida alvo das brincadeiras. É um alívio, mas, na verdade pouco importa agora que a opinião pública ficou aterrorizada com a fragilidade do sistema da rede. E agora que a reputação da marca foi fortemente abalada.

No vídeo, o CEO explica os passos que a rede tem tomado para que episódios desse tipo nunca mais ocorram. A loja onde tudo se passou foi fechada e vem passando por inspeção da vigilância sanitária. A rede também está conduzindo uma grande revisão em seus processos de contratação – um dos autores do vídeo tinha passagem pela polícia. “É doentio pensar que as ações de dois únicos indivíduos possam impactar negativamente um enorme sistema como o nosso”, diz Doyle no vídeo.

O episódio é mais um desastre de imagem corporativa já assistido aos montes em mais de dez anos de internet comercial. Vira e mexe um caso como esse chama a atenção do mundo todo. Câmera na mão, uma idéia na cabeça? Que nada, para causar buxixo basta uma idéia esquisita e um celular na mão. É o perigo de qualquer empresa.


Fonte: Por Ticiana Werneck, in consumidormoderno.uol.com.br
1