“Responsabilidade Social não pode se limitar a estratégias de Marketing”

A Petrobras e o Ministério da Cultura anunciaram a continuação da parceria em ações de incentivo à cultura. No sexto ano de parceria entre ambas as instituições, serão distribuídos R$ 28 milhões para dez editais de seleção pública de projetos culturais de diversas áreas. Apenas dois deles são inéditos, enquanto os demais retomam o apoio da estatal petrolífera.

Na solenidade que lançou os novos editais, Juca Ferreira, em seu primeiro ato público como Ministro Interino da Cultura após a saída de Gilberto Gil, voltou a afirmar que será empossado em definitivo quando o presidente Luís Inácio Lula da Silva retornar da China, para onde viajou para prestigiar a abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Elogiando a atuação de Gilberto Gil em seu mandato no Ministério, Ferreira aproveitou a solenidade para criticar a falta de apoio de empresas privadas no incentivo à cultura.

"Responsabilidade Social não pode se limitar a estratégias de Marketing. É preciso pensar além do retorno de imagem. Tem crescido o investimento privado, mas não o suficiente. Ainda não há no Brasil um hábito de incentivo à cultura”, disse Amorim.

Reforma da Lei Rouanet deverá torná-la mais atraente
Segundo o Ministro, há no meio corporativo um mito irreal de que a Receita Federal seria motivada a investigar as contas das empresas para averiguar possíveis fraudes no uso da lei. Para reverter esse cenário, Ferreira afirmou que a reforma da Lei Rouanet deverá tornar mais atraente o seu uso pelas empresas para abatimento fiscal.

Ainda de acordo com o Ministro, as mudanças nessa legislação sofrem resistência do meio artístico-cultural, que teme perder as vantagens já asseguradas pela lei. Outro obstáculo é convencer o governo a reverter mais verbas ao MinC, uma das propostas do projeto. Ferreira reafirmou ainda o interesse do governo em criar um “vale-cultura” no valor de R$ 150, que funcionaria de forma semelhante ao vale-refeição.

Também presente no evento, Wilson Santarosa, Gerente Executivo da Comunicação Institucional da Petrobras, anunciou o lançamento da edição 2008/2009 do Programa Petrobras Cultural, direcionado a projetos de produção e difusão, como cinema, música, artes cênicas, literatura e, pela primeira vez, cultura digital.

Outra novidade é o lançamento até o fim do ano de um novo ciclo de editais, privilegiando projetos que gerem emprego e renda. Ambos os programas ainda não têm verba definida.


Fonte: Por Guilherme Neto, in www.mundodomarketing.com.br
0