O mundo maravilhoso dos solteiros

Li e me surpreendi. Você sabia que, atualmente, as estimativas indicam que já há cerca de 6 milhões de solteiros (e solteiras) soltos no mercado, marcando presença na escolha dos produtos e ditando normas para a criação de novos produtos, novas embalagens, novos designs. Calcula-se que em 2016 eles já serão uma multidão de 12 milhões de pessoas... Uau! Está aí, portanto, uma enorme oportunidade de negócios para as empresas visionárias e um desafio tão grande quanto para a comunicação corporativa. Será necessário conhecer precisamente que público é esse que está crescendo rapidamente antes de definir os meios para se comunicar com eles. E antes dos meios, será preciso escolher a linguagem a ser utilizada.

Já sabemos que se trata de um público mais exigente, consciente de seus direitos, que não gosta de ser enganado e que demanda das empresas uma postura ecologicamente correta. É um público que se distrai num supermercado porque vê o ato da compra como uma espécie de investimento nele mesmo (uma forma de carinho para si mesmo). Estudos mostraram também que os solteiros não são fiéis às marcas e são mais curiosos, tornando-se mais abertos a novos produtos. Produtos semiprontos, embalagens individuais, porções menores, locais especiais nas gôndolas, design inovador e produtos ecológicos, tudo isso deve ser considerado e não é tão difícil de ser atendido.

Já tem gente que encontrou a brecha certa para atrair os solteiros e já está tendo sucesso nos negócios. Ao lado dos setores de alimentação, pet shop e serviços, o turismo e o lazer falam ao coração dos livres e desimpedidos. Já tem até uma agência de turismo especializada – a Terra Azul (www.terrazul.com.br).

Atrair os solteiros não é tão difícil, ao que parece. Mas atraí-los não é suficiente. A questão é: como os manter fiéis à sua empresa, à sua marca? A resposta é: praticando a comunicação correta e adequada, provocando o diálogo. E como fazer isso? O que falar? Que apelo utilizar? Que meios preferir? Seguramente a Internet será uma alavanca de conversa importante para esse público. Quais serão os temas que uma empresa deverá abordar para provocar identificação com os solteiros?

Está colocado o desafio para as empresas de comunicação corporativa que queiram acompanhar seus clientes na conquista e manutenção dos mais novos consumidores: os solitários.


Fonte: Por Yara Peres - sócia e vice-presidente do Grupo CDN, in www.blogdayara.com.br
0