Profissionalismo, o esporte na mão de quem entende

Já faz algum tempo que o discurso se repete: o Marketing Esportivo cresce a passos largos e os investidores estão atentos e em busca de resultados ora através de uma melhor exposição de marca, relacionamento, ora através de vendas ou promoções.

Mas, não é somente o discurso acima que insiste em prevalecer. Há também os que acreditam que o Marketing Esportivo é similar a qualquer outra derivação do legado de Kotler. E é aí que detalhes que podem fazer toda diferença comprometem o sucesso de ações ou promoções realizadas.

No segmento do Marketing Esportivo há três aspectos que são imprescindíveis para o início de qualquer trabalho: o profissionalismo, o pioneirismo e o conhecimento do público-alvo que se deseja atingir.

A primeira característica diz respeito à capacidade de planejar, coordenar e produzir as ações pretendidas, com credibilidade, agilidade, de forma a assegurar o mais expressivo retorno frente ao investimento realizado.

O profissionalismo certamente é o que possibilita a identificação de uma oportunidade de um negócio pioneiro. Afinal, ações e eventos inéditos despertarão a curiosidade do público-alvo, da mídia e dos investidores, gerando mídia espontânea, comentários positivos no trade e – dependendo do caso - lucro.

A terceira característica nos remete a necessidade de conhecer o público que se deseja atingir. Somente conhecendo a fundo com quem se está falando é que atingimos as expectativas de todos os envolvidos no evento esportivo ou os que forem alvo da campanha criada.

Um exemplo de ação que reúne essas três particularidades é o “Golf Health”, o primeiro evento de golfe exclusivo para o mercado de saúde, que será realizado no dia 27 de junho deste ano, em São Paulo. Neste caso, o profissionalismo fica por conta das agências ATENA e ReUnion, que em parceria estão conduzindo a produção do evento. O pioneirismo é a garantia de estar oferecendo a médicos, diretores e presidentes de grandes grupos hospitalares, uma oportunidade de relacionamento, lazer e esporte, com requinte, conforto e muito golfe.

O público-alvo é mais do que conhecido, tanto que já consta no próprio nome do evento: Golf Health.

Assim, não é difícil concluir que se tivermos profissionais habilitados e competentes para atender os investidores da maneira correta, ou seja, com profissionalismo, pioneirismo e conhecimento do público-alvo, o discurso deixará de ser uma constante e passará a ser uma realidade.


Fonte: Por Rafael Niro - diretor da agência Atena Marketing Esportivo, in www.mundodomarketing.com.br
1