Conar suspende filme de Ronaldo com a Brahma

É o fim da discussão. O Conar - Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária - optou pela suspensão do comercial da Brahma em que atuava o jogador Ronaldo. A decisão foi tomada após dois dias trabalho para as 6ª e 7ª Câmaras de Conselho de Ética do Conar.

O veto da 7ª Câmara do Conselho de Ética corresponde à primeira versão do filme "Brahmeiros", em que o jogador aparece com um copo de cerveja na mão. A Ambev, dona da marca, já havia decidido interromper a veiculação da peça desde abril, por conta da polêmica.

A segunda versão do comercial, na qual Ronaldo já aparece sem o copo nas mãos, foi arquivada pela entidade e rendeu advertência à marca da Ambev. Ambas as criações froam feitas pela agência Africa.

Relembre a polêmica
A concorrente Nova Schin foi quem acionou o Conar em pedido para suspensão do filme. De acordo com o órgão, o argumento é de que o comercial envolve o apelo que o Ronaldo tem em relação aos jovens.

A Schincariol também sustenta que o filme, criado pela agência Africa, associa o sucesso do esportista ao consumo de cerveja. A decisão sobre a suspensão ou não será tomada em breve."A iniciativa de acionar o CONAR, nas ocasiões em que considerar que código de auto regulação do mercado publicitário foi infringido, faz parte da política das empresas anunciantes", afirma o comunicado do grupo enviado à imprensa.

Mais peças suspensas
Na mesma sessão em que julgou o comercial da Brahma, o Conar decidiu suspender outros filmes. São eles: "Hot Cards", da Hot Wheels; "Uma boa idéia puxa outra", da Companhia Muller de Bebidas; "Meninas Super Poderosas", do Cartoon Network; "Gabinete de aço galvanizado Electrolux", "Novo Stilo Black Motion", da Fiat e "Disfunção Erétil", da Drogaria Onofre.


Fonte: www.adnews.com.br
0