Bradesco lidera ranking online do Ibope

O Bradesco é o maior anunciante online do país. Em 2008, o banco investiu R$ 221.628.000 em mídia digital. O montante representa 13,9% do valor total investido no meio. É mais do que o dobro da verba utilizada no mesmo período pelo segundo colocado na lista, o Itaú, que investiu R$ 100.862.000 (6,3% do total). Com os dois primeiros colocados da lista, o mercado financeiro e de seguros ficou disparado na liderança dos que mais direcionam suas verbas para a internet. Ao todo, empresas desses setores investiram R$ 464.150.000 em mídia online - aproximadamente 10% do bolo de seus investimentos em publicidade foram destinados para internet.

Os números foram as grandes revelações do ranking dos principais investidores em internet realizado no Brasil pelo Ibope Nielsen Online (novo nome do Ibope/ NetRatings). É a primeira vez que o instituto de pesquisas reúne informações para formatar um panorama geral dos investimentos publicitários no meio, que passa a ter seus dados incluídos na sua já consagrada ferramenta de análise, o Monitor Evolution. Os dados começaram a ser apurados em janeiro de 2008, criando uma base de comparação para os últimos 12 meses.

O setor automotivo vem logo atrás dos bancos entre os que mais investiram em mídia digital. Ao todo, foram R$ 256.880.000. Ford (3°), Fiat (5°) e Volkswagem (9°) figuram entre os principais anunciantes da internet. Surpreendeu a sexta posição da Unilever Brasil no ranking. Única empresa do setor de higiene pessoal e beleza entre as dez primeiras, a companhia dedicou verbas de R$ 54.263.000 em anúncios online. Samsung (4°), Coca-Cola (7°), Sky Brasil (8°) e Brasil Telecom (10°) fecham a lista das Top 10.

Levando-se em conta o total de investimentos publicitários, a internet ficou com 2,7% das verbas, cerca de R$ 1,594 bilhão do bolo de R$ 59, 727 bilhões. O resultado difere do averiguado pelo projeto Inter-Meios, coordenado pelo Grupo M&M, que apontou na internet com um share de 3,54% do blo publicitário e um movimento total de R$ 760 milhões em 2008.

A divergência deve-se às diferenças de metodologias aplicadas por cada instituto: o Projeto Inter-Meios mede os investimentos feitos em midia a partir de dados fornecidos pelos próprios veículos à PriceWaterhouseCooper, enquanto que o Ibope tem como referência a tabela de preços bruta, sem levar em conta os descontos anunciados.


Fonte: Por Jonas Furtado, in www.meioemensagem.com.br
0