Bancos dominam ranking de marcas na AL

Itaú, Bradesco e Banco do Brasil são as três marcas mais valiosas da América Latina, segundo o primeiro estudo da Interbrand focado nesta região, apresentado na edição impressa da revista chilena AméricaEconomía. Foram citadas ao todo 14 empresas brasileiras, 14 mexicanas, 14 chilenas, duas peruanas, duas colombianas e mais duas de caráter regional, no caso, Claro e Tigo.

Dentre os critérios eliminatórios adotados estão o fato de a empresa ter sido criada no país, a publicação regular de resultados financeiros (o que fez com que poucas marcas argentinas fossem avaliadas, já que a maioria não abriu capital. Aliás, nenhuma entrou no ranking), e o desempenho financeiro isolado da marca. Este último critério fez com que, por exemplo, a Alpargatas, dona da Havaianas, não pudesse ser avaliada, pois seus dados financeiros não podem ser apropriados por marca.

Além disso, holdings como Bradespar também não entraram.A partir das marcas que atendessem a esses critérios, foram feitas análises financeiras da empresa, do papel da marca (como a marca influencia a procura no processo de compra) e da força da marca (capacidade de capturar a preferência do consumidor a longo prazo).

As outras brasileiras citadas entre as 50 primeiras são Petrobrás (7ª), Unibanco (9ª), Vale (11ª), Natura (15ª), Vivo (18ª), Gerdau (22ª), Usiminas (24ª), Banrisul (32ª), Submarino (44ª), Oi (46ª) e Lojas Americanas (50ª).

Confira o top 10:

1)Itaú (Brasil)
2)Bradesco (Brasil)
3)Banco do Brasil (Brasil)
4)Cemex (México)
5)Claro (Regional)
6)Telmex (México)
7)Petrobras (Brasil)
8)Telcel (México)
9) Unibanco (Brasil)
10) Banco de Chile (Chile)


Fonte: Por Felipe Turlão, in www.meioemensagem.com.br
0