Speedo ganha destaque com polêmico uniforme de natação

A Speedo, empresa australiana de artigos esportivos, vive o momento de maior presença de mídia em seus 80 anos de atuação - 30 dos quais também no Brasil - , reflexo da polêmica envolvendo o macacão LZR Racer, que coleciona recordes mundiais e aumentou a visibilidade da natação às vésperas das Olimpíadas de Pequim. Para o diretor de marketing da Speedo no Brasil, Renato Hacker, a repercussão colocou a marca num novo patamar de exposição de mídia. "Sem dúvida a polêmica aumenta as vendas e coloca a natação em evidência, faz que o esporte seja mais praticado, favorecendo o resultado da empresa", comenta Hacker.

Ao mesmo tempo em que conquista espaço com seu carro-chefe, a natação, a Speedo investe para ingressar em novos esportes, como o triatlon, e lança produtos licenciados, entre eles barras de cereal, em parceria com a Riclan. Desenvolvido no Acqualab, laboratório de pesquisa e desenvolvimento da empresa, na Itália, o traje LZR Racer é a quarta geração da linha Fast Skin (Pele Rápida) e foi inspirado na hidrodinâmica e aerodinâmica do tubarão, que nada a 65 quilômetros por hora.

Dos últimos 39 recordes mundiais de natação, 35 foram com o polêmico traje, que é criticado por não estar disponível para todos os atletas, o que a Speedo nega. A empresa informa que disponibiliza o uniforme para todos os nadadores, mesmo os patrocinados pelas rivais Arena (Alemanha), Diana (Itália) e TYR (Estados Unidos). A empresa prevê conquistar 80% das medalhas que serão disputadas nas provas de natação em Pequim (96 medalhas), o que irá representar mais que o dobro das 47 medalhas ganhas nos Jogos de Atenas 2004.

Uma das grandes expectativas das Olimpíadas é o duelo entre o norte-americano Michael Phelps e o brasileiro Thiago Pereira, que se enfrentarão nos 200 metros medley e 400 metros medley. Pereira faz parte do Speedo Elite Team e tem sua imagem explorada em ações de marketing. Fundada em 1928, quando os trajes de natação eram de algodão e lã, a empresa espera um crescimento de 30% no faturamento no País neste ano, e o investimento em marketing vai aumentar 30%. Valores não são revelados.

Patrocinadora das duas maiores potências da natação mundial, Austrália e Estados Unidos, a empresa renovou contrato com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e será a fornecedora oficial das sete modalidades aquáticas dos jogos: natação, maratona aquática, saltos ornamentais, nado sincronizado, pólo aquático, vela e pentatlo moderno (categoria natação). Dessas, três usam o LZR Racer: natação, pentatlo e maratona aquática, prova na qual o País tem uma das favoritas, Poliana Okimoto, campeã mundial.

De acordo com Hacker, a vantagem do traje, que chega às lojas em julho, um mês antes das Olimpíadas, é que ele não tem costura e sim uma solda ultrasônica, desenvolvida em parceria com a NASA. Trinta por cento da roupa é composta de elastano e os demais 70% são mantidos em segredo. A roupa, que possui 5% menos atrito e 6% mais rendimento de oxigenação do que a terceira geração, dura cerca de oito horas à nível competitivo e custa de US$ 300 a US$ 800.

"As conquistas são um testemunho para a marca e divulga a empresa para os atletas que estão começando na natação", observa Hacker. A Speedo patrocina competições de categorias de base para garantir consumidores entre as novas gerações do esporte.

Novas áreas de atuação
A Speedo está ampliando sua área de atuação e lançou produtos para corrida de rua, ciclismo e triatlon, além de itens licenciados como relógios, barra de cereal, calçados, óculos de sol, meias e cuecas. A empresa fechou recentemente parceria com a Grendene para o lançamento de uma sandália esportiva. Com a catarinense Lepper, roupões, toalhas para banho, praia, piscina, fitness e jogos de cama; com a Seculus, relógios; no segmento de óculos de sol, a parceira é a General Optical; e em meias, a Lupo.

"A empresa começou a botar a cabeça para fora da água, foi uma evolução anfíbia", diz Hacker. O foco atual de atuação no mercado brasileiro é o triatlon (natação, corrida e ciclismo), esporte em alta no Brasil. A Speedo lançou uma coleção desenvolvida para triatletas, batizada de XDSKIN.

Setenta por cento do investimento em marketing da empresa é direcionado a patrocínio de atletas, provas de maratonas aquáticas, triatlon e triatlon de aventura, entre outras ações.


Fonte: Por Gustavo Viana, in Gazeta Mercantil
0