Consumidor apoia patrocínio esportivo

A Market Analysis, instituto de pesquisa de mercado e opinião pública, realizou estudo sobre a eficiência do patrocínio esportivo no Brasil, cujo objetivo é perceber a eficácia das ações realizadas pelas empresas para atingir o grau de expectativas e cobranças do consumidor.

O setor petroquímico teve o melhor desempenho em retorno de imagem obtida pelo investimento realizado, com 13% acima dos outros indicados, à frente de eletro-eletrônico e têxtil, revelando modelo bem sucedido de comunicação e alinhamento. A maior parte dos entrevistados (63%) reconhece a importância do patrocínio esportivo e não a vê como desperdício de verba de marketing pelas companhias.

As indústrias voltadas ao esporte e a alimentos, assim como os bancos, representam para os entrevistados setores deficitários no engajamento esportivo. Ainda assim, ficam acima de companhias calçadistas, de telecomunicações, automotivas e de bebidas, além de outros setores de expressão tímida. Estes últimos, segundo os consumidores, atravessam uma fase de indefinições ou transição aos olhos do público.

Assim, o estudo conclui que há distância entre a atribuição de responsabilidade esportiva dos principais setores econômicos do país e os resultados de visibilidade obtidos por eles. Pesquisas com recall espontâneo, como esta, se revelam como uma das métricas mais eficazes para análise de retorno obtido por ações de investimento esportivo.


Fonte: www.consumidormoderno.com.br
0