Pão de Açúcar demite dois diretores

O consultor Claudio Galeazzi, nomeado presidente do grupo Pão de Açúcar em dezembro, após a demissão de Cássio Casseb, fez nesta semana sua primeira grande mudança na cúpula da empresa. Na última terça-feira, dia 26, dois diretores executivos foram demitidos: Claudia Pagnano, que era responsável pelo marketing, e Pedro Janot, diretor comercial da unidade de não-alimentos. Ambos estavam no Pão de Açúcar há menos de dois anos – Claudia havia saído da BankBoston e Janot, da direção-geral da espanhola Zara no Brasil.

Analistas de mercado interpretaram a mudança como uma tentativa do Pão de Açúcar de dar maior peso ao setor de não-alimentos, área que inclui o varejo de roupas e os postos de gasolina e costuma apresentar margens de lucro maiores que o segmento de alimentos. “O grupo também deve fazer mudanças na forma de organizar as lojas e apresentar os produtos, com o objetivo de aumentar as vendas”, diz Peter Ho, analista de varejo da corretora Planner, de São Paulo.

Claudio Galeazzi assumiu a presidência do Pão de Açúcar num momento complicado, em que a companhia perdeu a liderança do setor para o Carrefour e apresentou resultados medianos. Neste ano, o desempenho melhorou – as vendas líquidas cresceram 16% em janeiro, para 1,4 milhão de reais. Além de melhorar os números da empresa, sua missão é encontrar um sucessor. Galeazzi foi contratado para comandar o Pão de Açúcar até 2009, quando passará o posto para aquele que será o quarto presidente da companhia em apenas seis anos.


Fonte: Por Giuliana Napolitano, in portalexame.abril.com.br
0